Connect with us

GERAL

Assembleia libera reajuste salarial de 2,76% aos poderes; Requião Filho aponta teatro

Da redação, com assessoria, às 09h13min | 14 de agosto de 2018

“Foi um teatro pré-eleitoral”, classificou Requião Filho. O Deputado Estadual, que desde o início defendeu o reajuste do funcionalismo público integral, criticou a ação do Governo e dos deputados.

Foto divulgação

Aumento garantido para os servidores da Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas,Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública. Depois de intensos debates em torno do assunto no primeiro semestre, o reajuste salarial de 2,76% foi finalmente confirmado na tarde desta segunda-feira (13), após os parlamentares derrubarem o veto da Governadora Cida Borghetti, que impedia os aumentos. Entretanto, o reajuste para os servidores do Executivo, que incluem professores, policiais, profissionais da área da saúde etc, ficou para depois das eleições. Ao menos, foi o que prometeu o Governo.

“Foi um teatro pré-eleitoral”, classificou Requião Filho. O Deputado Estadual, que desde o início defendeu o reajuste do funcionalismo público integral, criticou a ação do Governo e dos deputados.

O parlamentar ainda completou


“Estão com dificuldade de conseguir votos, por isso armaram esse teatro agora, às vésperas das eleições, e derrubaram o veto do Executivo sob a desculpa de ‘bancada livre’. Mas a população está atenta, sabe muito bem quem estava ao lado do funcionalismo desde o início e quero acreditar que não vai cair nessa farsa. Até porque, o assunto mais importante eles continuam empurrando com a barriga; a votação do reajuste de professores, policiais, médicos, agentes de saúde e tantos outros profissionais. Vamos dar a resposta pra esses interesseiros nas urnas. Essa é a hora”, conclamou Requião Filho.

somos mais de 22 mil seguidores, siga também

Mais lidas da semana

tempo

últimas notícias